SALMOS 95:1-3

"Vinde, cantemos ao Senhor: cantemos com júbilo à rocha da nossa salvação. Apresentemo-nos ante a sua face com louvores e celebremo-lo com salmos. Porque o Senhor é Deus grande, e Rei grande acima de todos os deuses..."

"Orando por quem te persegue e abençoando quem te amaldiçoa!"



quarta-feira, 13 de julho de 2011

ENFRENTE O INIMIGO, NÃO SEU ESPOSO:


Bem, o seu cônjuge está dizendo e fazendo muitas coisas ruins agora mesmo. Você necessita lembrar constantemente que a sua batalha não é contra seu cônjuge. Leia Efésios 6:12. Você não está lutando contra carne e sangue. O seu cônjuge não é seu inimigo, Satanás sim. Você está engajado em um terrível conflito. Até agora você cria que o conflito era entre você e seu cônjuge. Não! Sua batalha é contra o inimigo!! O que fazer?? A chave é ficar no espírito e batalhar plenamente no espírito. O diabo é o mestre da carne. Ele conhece a sua carne melhor do que você mesma. Se você ficar na carne, ele ganhará todas as vezes. Se você ficar no espírito, então ganhará todas as vezes. Deste modo, ficar no espírito quer dizer que, quando você vir ou ouvir o seu cônjuge dizer ou fazer coisas impiedosas, você não reage com sua carne. Vociferar, gritar, discutir e ameaçar são todos meios carnais de tratar o problema. Reconheça agora mesmo, que você está lutando contra o reino do inferno, pelo seu cônjuge e seu casamento. Permanecer no espírito significa que vocês farão guerra espiritual contra o verdadeiro inimigo, o diabo, e não lutarão na carne um contra o outro. Pense no seu cônjuge como um refém ou um prisioneiro de guerra no acampamento do inimigo. A sua guerra espiritual vai ser o meio de trazer liberdade para o seu cônjuge. As circunstâncias são as armas principais do inimigo. Um dos seus truques principais é desviar os seus olhos para as circunstâncias e tirá-los de Jesus.
Amiga, O que você está enfrentando hoje? O seu cônjuge está pedindo divórcio? O seu cônjuge tem o temperamento agressivo? Você está sendo ameaçada pelo adultério? Seja o que for, é uma circunstância. Não deixe que ela controle você. Ao contrário, comece a virar a maré contra ela lutando contra o verdadeiro inimigo em oração.

Um comentário:

Taís Monteiro disse...

Olá, entrei no seu blog e achei muitíssimo interessante esta postagem. As esposas precisam saber disso. Quando me dei conta disso, as coisas começaram a mudar. E realmente é eficaz. Conflitos podem surgir, mas é importante sabermos lidar com eles. E esta é a forma.

A paz do Senhor!